sábado, 7 de fevereiro de 2009

"A guerra esquecida" no Sri Lanka

Caros amigos,

250.000 civis desesperados estão presos no fogo cruzado da guerra civil no Sri Lanka. A Secretária do Estado dos EUA Hillary Clinton receberá as mensagens enviadas pelos membros da Avaaz pedindo a proteção dos civis – clique abaixo enviar uma mensagem:

Apesar de não vermos nos noticiários, no Sri Lanka acontece a guerra civil mais longa e esquecida da Ásia. Nos seus momentos finais este conflito está colocando em risco aproximadamente 250.000 civis que estão presos no fogo cruzado entre o governo e os rebeldes.

O governo dos EUA é o maior parceiro comercial do Sri Lanka e um dos maiores financiadores do exército e do desenvolvimento para o país. Os EUA pediram “zonas de segurança” para proteger os civis, porém é preciso uma pressão diplomática mais forte para ambos os lados concordarem, deixando claro que o financiamento e o comércio poderão ser comprometidos, assim como medidas diplomáticas legais poderão ser tomadas. Neste caso, pela segurança da população civil, a intervenção dos EUA é não somente apropriada com extremamente necessária.

Diplomatas de alto escalão concordaram em apresentar as nossas mensagens pessoalmente para a Secretária de Estado Hillary Clinton dentro dos próximos dias. Esta é uma verdadeira oportunidade de persuadir a administração Obama a assumir um papel construtivo nesta crise séria humanitária. Clique aqui para participar desta campanha:

http://www.avaaz.org/po/sri_lanka_civilians

A longa guerra no Sri Lanka já gerou muitas atrocidades e tragédias – a maioria delas não chegou aos noticiários e permaneceram escondidas do mundo devido à campanha brutal do governo contra jornalistas independentes. O fim da guerra não resolverá as injustiças que a causaram; depois que as armas forem colocadas de lado, as questões dos Tamil e outros grupos minoritários terão que ser resolvidos pelo governo através do diálogo político e a reconstrução que virá a seguir.

Porém agora, nos últimos dias ou semanas de guerra, os 250.000 civis Tamil não precisam ser as casualidades finais desta guerra.

Vamos acrescentar as nossas vozes às dos ativistas de direitos humanos que ao longo dos anos lutaram contra a marginalização dos grupos minoritários e contra a degradação dos direitos básicos no Sri Lanka.

Clique abaixo para pedir para a Secretária do Estado dos EUA Clinton, a principal diplomata do Obama, apoiar os civis ameaçados no Sri Lanka:

http://www.avaaz.org/po/sri_lanka_civilians

Com esperança,

Luis, Ben, Graziela, Ricken, Paula, Alice, Iain, Pascal, Paul, Milena e o resto da equipe Avaaz

Saiba mais a guerra do Sri Lanka:

Cruz Vermelha alerta para crise humanitária em meio à guerra no Sri Lanka:
http://www1.folha.uol.com.br/folha/mundo/ult94u495342.shtml

Sri Lanka: Ban Ki-moon preocupado com a segurança dos civis afectados pelos combates:
http://jn.sapo.pt/PaginaInicial/Interior.aspx?content_id=1121655

ONU atende feridos no Sri Lanka; indiano se mata em protesto contra ofensiva:
http://www1.folha.uol.com.br/folha/mundo/ult94u495957.shtml

Exército do Sri Lanka prestes a acabar com resistência dos Tigres Tamil:
http://www.euronews.net/pt/article/04/02/2009/tamil-tigers-urged-to-surrender/

11 comentários:

Fabrício Maciel disse...

Beleza Paulo, eu já participei, este é um dos poucos espaços para uma sociedade civil mundial se articular em nome destes problemas de todos nós. Incentivo a todos, pois a legitimidade de um grande número de civis do mundo inteiro é maior do que iniciativas da casa branca.

Paulo Sérgio Ribeiro disse...

Certamente, Fabrício. A construção de uma nova hegemonia é indissociável da difusão e democratização do acesso a informações oportunizadas pela Internet.

Rosângela - discípula aprendendo... disse...

Sergio Ribeiro??? Você sabe se Roberto Torres ja voltou da Alemanha?

Diante da GUERRA ESQUECIDA na blog do Moraes,tive que procurar outros campos e por isso estou aqui trazendo a tréplica sobre "moderação em blogs."
Você poderia fazer o favor de postar, para ele analisar e fazer o comentário lá no Roberto Moraes? Obrigada.Rosângela

Rosângela - discípula aprendendo... disse...

Amado Torres! Como o ser humano é complexo! Sinceramente, eu não me vejo assim como você me vê agora!
Creia! Não me vejo assim! Quero rever minhas posturas nestes blogs,sim. Quero ler isso que você falou! Gostaria que mais pessoas me dissessem isso, pois, na verdade, o que você acaba de me dizer é justamente o que luto contra!!! Cara!!! Tô até envergonhada!

Quando você diz:

"Quando voce CITA a bíblia nos blogs, vc cita vários trechos, as vezes um atraz do outro e sem explicitar o sentido atual e concreto que voce quer retirar dali. Num debate de idéias, nao podemos ficar só no reino das metáforas".

Este "cita a bíblia nos blogs", vc se refere a minha página ou aos comentários?
Por exemplo, àquele comentário que fiz no xacal!!! Eu contei algo vivo, que aconteceu mesmo, com um amigo ateu! Ali eu "explicitei um senti atual, e foi justamente ali que Xacal me detonou. Ele XUTOU O MEU SANTO!!!! Estou dando um tempo para ele se acalmar e depois vou lá bater na porta dele.O problema e que ele deixa a porta escancarada, mas "bate na gente" ...rsrsrs( mas o Xacal é gente boa..., ele não é isso que aparenta, tenjo certeza! )
Imagina se eu tivesse citado biblia ali?? E, na verdade, o citar seria mais honesto, pois explicar é que pode manipular pensamentos. Se explico e trago para a atualidade usando de metáforas, aí sim, que vão me detonar aqui.( Como o próprio Xacal me detonou) Vai parecer manipulação!Vamos experimentar? E olha, eu acho que está mais para metáforas o que fiz com Xacal. Pois ali não citei a BIblia! Ali mostrei um poema e a resposta do Domingos, meu amigo, que continua ateu,e continua meu amigo.

AFinal: Cito a Biblia e deixo as pessoas fazerem suas leituras ou dou minhas explicações trazendo para hoje( como fiz no Xacal), usando de matáforas?

O que vc me sugerir estou fazendo.
AfFinal, sou "jumentinha aprendiz" e não quero ser turrona!!!
Obrigada por me elogiar quanto ao comentário anterior... pois vindo de vc é para mim uma honra!

continua...e por favor me dá a resposta. Inclusive, se você achar que devo tirar os textos das minha página, eu tiro. Não me custa. Se você fosse um religioso, até mesmo "evangélico" e me pedisse para tirar eu não tiraria. Mas você não é.

Agora... Torres... cá para nós! Essa do Garotinho Profeta????
Vc acha isso?
Sabe, nunca pensei nisso: Garotinho profeta.... Se fosse um “futuro rei”... penso de vez em quando ! Mas... Profeta? Não...
Sabe, ser transparente é correr muitos riscos. Ontem, por exemplo, recebi uma visita aqui em casa. E quando fui buscar algo para comer só tinha 1 pão. Pensei: Ou deixo para comer depois, ou divido com ele. E para "exercitar" transparência, dividi o pão coloquei um pedacinho de peito de frango, queijo branco e Trouxe. E falei: Jorge, eu so tenho um pão. Tive duas alternativas. Esperar você ir embora e comer o pão sozinha, ou divivir com vc. Aqui está. Ele riu muito e falou: Só você, zanza!!! Rimos e comemos..´. Tudo bem, mas não parou por aí: Minha irmã falou: Zanza, vc teria uma terceira alternativa (via): dar o pão inteiro para ele. Cara!!!! Fiquei envergonhada! !!! Mas foi verdade e rimos muito. ...

Mas como aviso ao meu povo para não me poupar, pois quero caminhar a estrada da humildade, tenho que passar estas "vergonhas"...
Eles já sabem e não me poupam não!kkkkkkkkkkk já to até acostumada com os micos... afinal sou jumentinha, tenho muito oque aprender,não?"



continua...

Rosângela - discípula aprendendo... disse...

Aproveitando para comentar:

Não foi à-toa aquele TSUNAME Sri Lanka!

Caaraaa!!!!!

Rosângela - discípula aprendendo... disse...

Engraçado, por que os grupos minoritários são sempre discrimidado, né? e o pior, nin guém quer se comprometer e todos fingem que não vêem o que está na cara de todo mundo... e ninguém vê...

Que coisa...
mas ja stá vindo tudo a LUZ!

E o Torres? Já leu a tréplica?

Roberto Torres disse...

Paulo, a democratizacao do acesso e da producao da informacao com certeza melhora muito com internet. Tem um campo de luta pela legitimidade do que é publicado nos blogs, e acho que o governo americano atual tomou posicoes muito favoráveis à legitimidade do espaco público na net. Há um blog do próprio presidente. Se isso tem apenas um efeito retórico, nao é pouco, pois implica em maior credibilidade para a prática de debate nos blogs como um todo.

Rosangela, vou te sugerir uma coisa entao. Nosso blog é formado por pessoas da universidade e temos uma tendencia a citar muitos autores, e assim produzir um efeito de retórica muito perverso para o debate. Ficamos presos no mar de nomes e negligenciamos as idéias e os fatos. Por isso, tentamos desde sempre evitar essas citacoes. As vezes lembramos o nome de alguém, mas procuramos nao colocar as palavras deles no lugar das nossas. Que tal voce fazer o mesmo com os autores da bíblia...Aproprie-se das idéias com suas próprias palavras, de modo a ter um raciocínio mais limpo e sem apelo de autoridade. Voce acha que as pessoas te agridem, mas vc precisa evitar agredir o debate com as referencias sagradas e as frazes de efeito.

Rosângela - discípula aprendendo... disse...

Sei que entre mestres e doutores são muto citados os autores. Mas que bom que não vou ´pecisar fazr isso aqui.

Que bom que me aeitou. E olh, se eu por acaso, ou disciplicência ou jumentice acirrada, sair do campo, vc me avisa. Tentarei me corrigir.

Aora, me perdoe se eu errar sem saber... Creia, não me vejo citando...sinceramente.

Vc poderia fazer algum apanhado de citaçõs minhas e me mostrar?

George Gomes Coutinho disse...

Sinceramente demonstrações deste quilate só me fazem achar interessante a idéia de moderação.

O que tem a ver todo esse papo discipulesco com o posto do Paulo sobre o Sri Lanka?

Se continuarmos assim teremos gente fazendo revelações sexuais em posts sobre a destruição dos corais australianos. Francamente.

Paulo Sérgio Ribeiro disse...

Roberto, concordo inteiramente com você. A sociedade em rede é um espaço constitutivo de tomada de decisão coletiva, apesar de sua maior força ser também sua maior fraqueza: a pluralidade de grupos e de movimentos que redunda algumas vezes em dificuldades de comunicação e em déficits de aprendizado reflexivo. Pois é George, acho que seu comentário alude ao que eu disse ao Roberto (rs).

Rosângela - discípula aprendendo... disse...

Fiquem tranquilos, não precisam moderar.
Compreendo!