sexta-feira, 23 de abril de 2010

Os Campistas e sua heróica luta pela educação de qualidade: o caso Liceu de Humanidades de Campos


A falta de memória nos faz pensar que os campistas são um povo apático, entregues e inertes em relação às políticas mais espúrias perpetradas pelo “garotismo”. No entanto, há muitas histórias heróicas deste povo. No caso da educação, a história do Liceu é exemplar.
O casal de argentinos professores da UENF Silvia Martinez e Marcelo Gantos, junto com a campista Maria Amélia Boynard, nos salva um pouco de nossa falta de memória e contam neste excelente artigo a história do Liceu e a luta do povo campista para a sua instalação.
Para quem quiser ler o artigo na íntegra (o que eu recomendo fortemente) é só clicar no link abaixo:

http://www.faced.ufu.br/colubhe06/anais/arquivos/33SilviaMartinez_e_MariaAmeliaBoynard_e_MarceloGantos.pdf

Espero que a leitura deste artigo, além de informar e divertir, também auxilie os campistas no entendimento que a luta pela educação que acontece agora em Campos, a qual é capitaneada pelo SEPE, não é uma luta só de professores, mas que deve ser de toda a sociedade.

3 comentários:

DIGNIDADE disse...

Caros amigos,

O blog Dignidade Campos a partir de hoje conta com um canal de cidadania em que a população encontra um novo espaço democrático, onde os cidadãos podem manifestar suas indignações, bem como expor reclamações através de e-mail e fotos com relação aos problemas da cidade.

Blog Aqui Você tem Voz

http://cidadaotemvoz.blogspot.com/



“Pecar pelo silêncio, quando deveria protestar, transforma homens em covardes”



Abraços.

DIGNIDADE disse...

Caro Brand Arenari,

Tomei a liberdade de republicar sua postagem que destaca este artigo da história do Liceu de Humanidades de Campos.


Parabéns pelo Postagem e pelo blog.

Abraços.

Brand Arenari disse...

Fique a vontade meu camarada! Eu que agradeco a visita e a divulgacao.