quinta-feira, 1 de maio de 2008

Revista "Nossa Uenf" da Universidade Estadual do Norte Fluminense

Prezad@s,

Divulgo a Revista Nossa Uenf, em seu primeiro número, passível de download aqui

A Revista está em formato PDF.

Boa leitura!

6 comentários:

Xacal disse...

Parabéns a toda comunidade acadêmica pela revista, pelos quinze anos...e por toda a lua em implementar uma instância de pesquisa científica nas plagas de uma planície que sempre teve hojeriza a produção de conhecimento autônomo...

Muito me emociona ler a revista, e relembrar que por meios transversos dei uma pequena contribuição na consolidação dessa entidade em meio ao ataque populista e aparelhador...

Viva a UENF, viva a ciência...abaixo o credo fundamentalista que cega e empaca a humanidade...

Xacal disse...

perdão(...)"por toda a luta em (...)

Renato Gonçalves disse...

Pra ficar melhor,ajudaria muito se o local usado pro lançamento da revista(a casa de cultura Vila Maria)fosse de fato o que ela se propôs a ser.Já fiz este comentário no dia do abandono destinado a cultura,mas repito:a cidade se recente de um local onde o cinema alternativo(não comercial)a música,o teatro e etc.possam ter lugar.Sei também que é difícil para uma universidade que varias vezes no ano tem dificuldade pra pagar suas contas(graças ao abandono dos sucessivos governos)exigir tal intento,mas como lutamos pelo conjunto da universidade não custa colocar a casa de cultura nesta pauta de reinvindicações.

Brand Arenari disse...

Renato, o problema é que durante muitos anos a UENF esteve abandonada pelo Estado, quase sem grana. A cada ano aumentava o número de alunos e de cursos, e a cada ano a governadora rosinha cortava verbas para a UENF. Faltava dinheiro para comprar o mínimo, vc imagina o gasto co cultura. Mas neste tempo sempre houve mostra de filmes alternativos na Villa Maria, graças ao empenho e a dedicação dos que estavam lá.

Anônimo disse...

Caro Renato.
E ainda com toda essa dificuldade, o governador está tentando impurrar o Isepam, IST e ampliar curso para Itaperuna!
Brand, vc. esqueceu de citar o Garotinho e seu antecessor (agora não me vem o nome dele, mas é aquele que gostava de uma boa pinga), também cortaram verbas e salários defasados.
Enfim, coisas normais de políticos!

George Gomes Coutinho disse...

Prezados,

Xacal: de fato. E ainda temos o "privilégio" (entre aspas pq sei o quanto lutamos ainda para mantê-la) de ver esta grande instituição ainda em processo de constituição. Pelo potencial que tem lhe digo que será uma das mais relevantes do Brasil. Basta que tenha recursos materiais porque os recursos humanos são atraídos.

Renatão: hoje em dia há também um Cineclube alternativo em atividade no campus... mas, sem dúvida... Há um senhor acervo na Vila ainda a ser explorado. Quem sabe se o SEPE não manda uma carta sugerindo algo assim para o reitor?

Anônimo: o nome do tal antecessor é Marcelo Alencar . Mas lhe asseguro.. Nem com todos os vícios que porventura tenha ele causou tantos males a UENF quanto o casal Garotinho... basta lembrar que a verba anual era substantivamente maior nos tempos do ilustre.